Game of Thrones - S03E04 - And Now His Watch is Ended


[spoilers]
Ok! Apenas uma palavra antes de dar início a review: DRACARYS!

Jaime

Depois do impactante final do episódio passado, foi ótimo voltar a acompanhar a jornada do Regicida já nesse S03E04. Já havia dito na última review que minha simpatia pelo personagem vinha crescendo, e não mudo minha fala. Deu dó vê-lo, pela primeira vez, derrotado. Ainda que preso durante praticamente um ano na trama, Jamie nunca havia se deixado abalar perante terceiros, mas dessa vez foi inevitável. E que bacana foi o diálogo do mesmo com Brienne, mostrando o quanto um têm se importado com o outro.  Seu discurso certamente servirá de motivação para o Lannister. Espero grandes momentos para essa narrativa.

Tyrion

O Meio-Homem pouco apareceu dessa vez, mas sua busca por provas de que sua irmã tentou matá-lo serviu de ponte para trazer Lorde Varys de volta a trama. O Aranha serviu como um elo para os acontecimentos em Porto Real, primeiro mostrando do que verdadeiramente é capaz, mostrando sua captura para Tyrion, depois investigando as ações de Mindinho, o que gerou um excelente diálogo com a Rainha dos Espinhos, Olenna Tyrell. Foi muito veneno para uma conversa só. A boa e velha guerra dos tronos acontecendo debaixo do nosso nariz. Haja intriga.


Sam

Do outro lado da muralha, vimos Sam como mero observador do que me parece o fim da Patrulha da Noite. Eu já esperava que alguns se rebelassem contra Craster, afinal, o cara era a repugnância em pessoa, mas a morte de Mormont me pegou de surpresa. Resta agora torcer para que o gordinho consiga se salvar, junto de sua amada e do pequeno bebê. Se eu pudesse apostar, diria que Fantasma terá importância em sua jornada.

Theon

Pelo jeito Greyjoy ainda tem muito a sofrer nessa temporada. Suspeitei que a "ajuda" do misterioso salvador soava estranha, mas não esperava que fosse ser tão cruel como foi. Confesso que quase senti pena do traidor, quando o mesmo falava sobre Ned Stark e se dava conta da burrada que cometeu. Mas se ele ainda está vivo é porque deve ter importância para a história, e quero ver onde isso vai dar.

Sansa

Voltando a Porto Real, Sansa continua sendo o peão de sempre nas mãos dos Tyrell. Fiquei com dó quando Margaery a prometeu para seu irmão Loras. Primeiro por saber que o rapaz não gosta da fruta, e também por perceber que tudo isso não passa de um jogo de interesse. A futura rainha, é bom dizer, mostra-se cada vez mais inteligente e manipuladora. Se a jovem Stark é facilmente levada de um lugar a outro em suas mãos, o mesmo já pode se dizer de Joffrey, iludido pela simpatia do povo. Cersei, que não é boba nem nada, já se deu conta disso, e foi correndo contar para seu pai,  a Mão-do-Rei, mas parece que Tywin ultimamente só está interessado em enviar cartas e humilhar seus filhos.

Arya

Arya pouco apareceu no episódio, mas deixou a marca de sua personalidade, como sempre. Fica a promessa de um grande combate entre o Cão de Caça e Beric Dondarrion. Continuo curioso a respeito do destino desses desertores.


Daenerys

Ai, ai, Khaleesi e seus dragões... A evolução da personagem é algo a se admirar na série. A trama em Astapor se mostrou concisa e eficaz, sem tempo a perder fomos apresentados aos imaculados e ao seu líder boca suja, que xingava Daenerys de todos as formas possíveis. Mal sabia ele (e nós), que a loirinha conhecia o dialeto, e que momento épico o da revelação.  O dragão gritando ao fundo, a tensão crescendo a cada segundo. Dracarys! E o homem virou cinzas, e Khaleesi toma o exército pra si e se livra do cajado que lhe poderia custar sua liderança, e nós ficamos com a mesma cara de espanto de Ser Jorah, e Game of Thrones explode nossas cabeças com mais um final arrebatador, outra vez. E que continue assim!

Até semana que vem!


Gostou da review? Curta a página do CINÉFILO SANTISTA, comente no post, compartilhe com os amigos :D

Comentários

Postar um comentário

Gostou, não gostou, quer conversar sobre? Comenta aí!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...