Game of Thrones 4x10 | The Children


[spoilers]
E chegamos ao fim de mais uma ótima temporada de Game of Thrones, nesse que foi o episódio mais longo já produzido para a série, durando mais de 1 hora sem comerciais. Em seu 4º ano, GoT eliminou muitos personagens, foi praticamente uma morte importante por episódio, além de abrir portas para novas situações que nos deixarão curiosos por muito tempo. O season finale, aliás, foi ótimo para criar diversas possibilidades sem respostas.


Bran
Começando pela trama que mais me intrigou, Bran parece finalmente ter mostrado a que veio, chegando a um local nunca antes visitado pela série, a não ser pelas visões de Jojen, que também partiu dessa para melhor. Tudo que ali aconteceu destoou do que estamos acostumados a ver em GoT, pois foi algo puramente mágico, algo que a história de George Martin ainda flerta timidamente. Não gostei muito dos esqueletos à lá Piratas do Caribe, ou mesmo as magias disparadas pela menininha (a criança, do título), tudo me pareceu muito fantasioso, mas confesso que fiquei extremamente intrigado pelo velho senhor que se encontra no interior da caverna, o Corvo de Três Olhos. Quem é ele? De onde vem toda a sabedoria que possui? Tem alguma relação com as árvores sagradas? Provável. E que história é essa de Bran voar?

Daenerys
Khaleesi novamente foi confrontada pelo povo por conta de seus dragões. Dessa vez a vítima foi uma garotinha de 3 anos, o que proporcionou a emocionante cena do camponês chorando a seus pés. Definitivamente essa foi uma temporada de provação para Daenerys, que vê as dificuldades aparecendo pouco a pouco. Sem seu "fiel" conselheiro para ajudá-la (e isso ficou claro quando ninguém de sua "equipe" se pronunciou), não lhe restou opção a não ser trancafiar 2 de seus filhos na masmorra - numa cena também muito emocional. Apenas 2, pois o 3º, Drogon, está desaparecido.


Jon
Finalmente posso dizer que Stannis serviu para alguma coisa. Sua chegada com Davos e seus soldados não podia vir em melhor hora, e foi bonito ver como o nome de Ned Stark ainda tem peso perante os homens que prezam pela honra. Esse foi o trunfo de Jon, que estava negociando com Mance quando a dupla chegou. E que belíssima cena a que o Bastardo queima o corpo de Ygritte, lutando contra sentimentos que nunca sentira antes. Agora Snow não tem nada que o prenda e talvez torne-se o grande líder da Patrulha da Noite.

Arya
Ainda estou tentando decidir o que foi mais bacana na trama da jovem Stark: a batalha de Brienne, a morte do Cão ou a ida da garota a Braavos. Foi interessante ver como Arya olhou Brienne com admiração, afinal, ela é tudo que ela gostaria de ser quando ainda morava em seu castelo na distante Winterfell. A admiração, no entanto, transformou-se em desconfiança, após o Cão de Caça vir com suas justificadas suspeitas. Então os 2 "gigantes" batalharam e Clegane levou a pior, suplicando para que Arya tirasse sua vida num gesto de compaixão, algo que não aconteceu. Não faço ideia do que aguarda a garota em Braavos, mas é fácil entender o porque dela não ter exitado de ir para lá. Seu mestre, Syrio Forel, era de lá.


Tyrion
De que forma encerrar essa review se não pelos assassinatos cometidos por Tyrion, em uma surpreendente virada do personagem. Não esperava que o Meio-Homem pudesse agir dessa forma em algum momento, sua vingança foi digna dos melhores filmes de Tarantino. Mas antes disso, é preciso destacar a tocante cena em que Jaime o liberta e abraça o irmão carinhosamente, dando-lhe um beijo no rosto. O irmão mais velho talvez seja o único que o ame verdadeiramente em Westeros.

Shae mostrou-se mais odiável, se é que isso ainda era possível, deitando-se a cama de Tywin e o chamando de "meu leão", tal como fazia com o Duende. Morreu enforcada, na cama do amante, algo que foi notoriamente doloroso para Tyrion. E como se não bastasse, o anão foi a procura de seu pai munido de uma besta. Encontrou-o defecando em seus aposentos, numa clara e irônica analogia, pois Lorde Tywin, obcecado pelo poder e pela família, foi morto sentado em um trono, assassinado pelo próprio filho. E mesmo em seus últimos momentos tentava manipulá-lo. Me pergunto o que será de Tyrion daqui para frente, refugiado e devastado por seus atos, acompanhado de Varys, que também abandou Porto Real. Parece que sem Mindinho no ambiente, o local perdeu um pouco a graça para a Aranha.

Aguardaremos pouco menos de um ano para obter respostas. Até lá!

Você pode curtir o Cinéfilo em Série no Facebook e também nos seguir no Twitter!

Comentários

  1. Ótima review! Só uma correção: o que motiva a Arya a ir para Braavos não é o fato de ser a cidade natal do Syrio Forel, mas sim o Jaqen H'ghar, no final da 2a temporada, ter dado aquela moeda a ela e ter dado a dica dela ir encontrá-lo para seguir seus passos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E o Jaqen diz que está indo para Braavos? Confesso que não lembro, faz muito tempo que assisti.

      Obrigado pela lembrança!

      Excluir

Postar um comentário

Gostou, não gostou, quer conversar sobre? Comenta aí!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...