The Walking Dead 5x09 | What Happened and What's Going On


[spoilers]

Na última segunda-feira fui surpreendido pela notícia de que, na noite anterior, The Walking Dead havia retornado com um novo episódio. Onde está o erro nessa frase? Certamente no fato de que a série não me fez falta alguma, ao ponto de eu não lembrar de seu retorno. E não sei vocês, mas também não vi grande alvoroço nas redes sociais, como costumava acontecer. Isso é um mal sinal, ainda que o seriado continue batendo ótimos picos de audiência nos EUA.

Tendo assistido a esse retorno, tive a certeza de que a série continua cometendo os mesmos erros de sempre, insistentemente. O maior deles são as incoerências de roteiro, ou, se preferirem, as famosas forçadas de barra que ficam difíceis de engolir, mesmo se tratando de uma obra calcada na ficção de um mundo apocalíptico. Por exemplo: qual a justificativa para o grupo ter se separado na estrada e por que Glenn viajou num carro e Maggie no outro? O tipo de artificio criado de forma grosseira para causar algum conflito narrativo.

E se o fato do episódio ser uma despedida para Tyreese deveria me animar (visto que o mesmo nunca disse a que veio), é irritante ver como ainda assim o personagem é mal trabalhado, ao ponto de o vermos se preparando para entrar em uma casa possivelmente infestada de walkers e puxando apenas uma pequena faca para se proteger, quando a câmera faz questão de mostrar seu conhecido martelo pendurado na cintura. E nem vou detalhar a cena em que Noah mata um zumbi com um avião de plástico, pois aquilo foi vexatório demais.


Se Tyreese não tem apelo nenhum com os fãs (sério, alguém se importava com ele na série?), é inacreditável que TWD se dê ao luxo de gastar um episódio inteiro com uma trama centrada na morte do mesmo. E a prova de que esse 5x09 foi um equívoco, foram as intermináveis e (novamente) vexatórias cenas com os personagens que já morreram (cenas que eu carinhosamente apelidei de "luau da volta dos que não foram"). Afinal, que ligação profunda Tyreese tinha com Betty, Bob ou o Governador? As únicas presenças justificáveis ali seriam das garotinhas, pelo fim que levaram, o restante foi mero show off.

Claro que nem tudo esteve perdido. Foi interessante continuar acompanhando a evolução de Glenn, que está cada vez mais badass com seu coldre preso ao tórax (e estou querendo aprender como se quebra um CD daquele jeito, porque olha, nunca consegui). Pena que o contraponto é Michonne, que a todo momento tenta parecer badass mas não consegue (a péssima atriz não ajuda).

No mais, devo dizer que Rick continua sendo o personagem mais interessante da trama, ainda mais com sua nova caracterização. Uma barba de respeito, diga-se de passagem. E quando a barba do protagonista é o grande destaque do episódio, significa que algo está errado com The Walking Dead. O pior é saber disso já há 2 temporadas, mas a esperança é a única que morre. A primeira é a paciência, vocês sabem.

Luau da volta dos que não foram.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...