True Detective 2x05 | Other Lives


[spoilers]

Antes de começar essa review, gostaria de dedicar um minuto de silêncio em respeito ao bigode de Ray Velcoro, que nos deixou sem aviso prévio.

...

Dito isso, foi com espanto que encarei o inicio do episódio, ao perceber que passaram-se 66 dias desde o fatídico tiroteio em Vinci. Foi curioso notar como o ocorrido acabou se tornando um fenômeno midiático (quem assistiu ao filme O Abutre entende bem o que quero dizer) e trouxe consequências a todos os envolvidos. O título do episódio, Other Lives (Outras Vidas) brinca exatamente com isso, pois vemos as peças que já conhecíamos espalhadas em um novo tabuleiro, que vai afunilando cada vez mais.

Velcoro perdeu o distintivo, ainda que por escolha própria. Após pedir demissão do departamento, passou a trabalhar oficialmente para Frank Semyon, na tentativa de custear os gastos que tem tido para garantir que continuará a ver seu filho. A mudança no visual (o penteado também mudou) diz muito a respeito do personagem, que continua em constante evolução. Ele já não se droga e não bebe incontrolavelmente, porém estou curioso para ver qual será seu destino daqui em diante, visto que descobriu que boa parte de sua vida foi uma farsa armada por Semyon para o ter em seu bolso,

  
Ainda sobre o bigode de Velcoro, foi interessantíssimo notar o que ele revelou: uma cicatriz acima do lábio. Com isso, fica estabelecido que nossos 3 "good guys" tem marcas na pele, já que Bezzerides também tem uma cicatriz acima do olho direito e Woodrugh tem boa parte do corpo queimado. É True Detective nos mostrando através da imagem o quanto aqueles personagens estão quebrados por dentro, carregando o peso do passado que lhes deixou marcas.

Continuando a linha de mudanças, ao melhor estilo Capitão Nascimento, Woodrugh caiu pra cima e se tornou detetive, muito provavelmente por conta de seu passado militar, que pesou no momento de alçá-lo ao novo posto. É curioso notar como o personagem não abre mão de sua honra no momento em que tem de encarar sua acusadora, ao mesmo tempo, vive a completa farsa que é sua vida pessoal, se afogando em álcool durante um jantar em família.

Bezzerides, por sua vez, era quem mais tinha a perder com o tiroteio, e foi realmente o que aconteceu. Afastada da investigação, foi rebaixada de posto e colocada pra trabalhar no inventário do departamento, ainda que tenha continuado a trabalhar no caso por baixo dos panos, um clichê comum em histórias de detetives, mas que nunca deixa de soar legal de certa forma (Rust Cohle também seguiu seus próprios passos na temporada passada). Como brinde, ainda é obrigada a participar de terapia em conjunto devido ao seu caso de assédio sexual. Aliás, notaram que personagem largou seu cigarro eletrônico e se entregou de vez ao cigarro? Outro detalhe sutil, mas de grande importância pra construção de sua personalidade, algo que Pizzolatto sabe trabalhar muito bem.


Posso afirmar que esse foi um episódio de detalhes reveladores. E que cena a que Bezzerides e Velcoro se encontram no bar para discutir a investigação. A troca de diálogos foi inspirada, provando que essa dupla é o grande destaque da temporada. A fotografia da cena foi impecável, com a luz vermelha que insiste em cobrir a silhueta de Velcoro, como se o pecado não o deixasse, E provavelmente enquanto estiver ligado a Semyon não o deixará. Houve tempo até para uma leve tensão sexual entre os dois, com direito a ciúme da bartender que os observava. Aliás, curioso como essa mulher tem ganhado destaque nas cenas do bar, não me espantaria se ela tivesse algum papel importante na trama no futuro, visto que a narrativa não nos deixa esquecê-la.

Se teve algo que não gostei, certamente foi a justificativa para que o trio policial voltasse as investigações. Achei aquilo muito "série de policial barata" (nada contra, apenas são estilos diferentes), com um clichê bobo, que dessa vez não funcionou tão bem (a promessa de dar a Velcoro a guarda de seu filho), porém entendo que erá necessário para que a trama seguisse a diante. E seguiu, com Woodrugh e Bezzerides encontrando um dos possíveis matadouros do assassino (um local repleto de corvos) e Velcoro espancando aquela mistura bizarra de Doctor Ray com Michael Jackson.

A tendência é que o "bicho pegue" no próximo episódio. Assim espero.

Obs: Vale citar brevemente a cansativa trama de Semyon e sua esposa. Espero que esse drama sobre infertilidade possa render bons momentos no futuro. E eu jurava que ele tomaria um balaço de Velcoro ao abrir aquela porta.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...