Game of Thrones 7x04 | The Spoils of War


SPOILERS!

Essa semana fomos "surpreendidos" mais uma vez com o vazamento do episódio da semana de Game of Thrones, algo que pode se agravar nas próximas semanas, uma vez que aparentemente há mais conteúdo nas mãos dos hackers que atacaram a HBO. E se você está se perguntando porque essa review está saindo apenas na segunda-feira, a resposta é simples: eu escolhi esperar.

Esse tipo de vazamento em nada agrega a qualquer um, afinal, poder assistir o episodio antes de todo mundo traz benefício a quem? Só a quem gosta de dar spoiler e estragar a experiência dos outros, certamente. Se a curiosidade foi grande e você assistiu, eu não te julgo, mas seria bacana refletir um pouco. Estamos acompanhando essa série com muita empolgação há 7 anos. Será que não conseguimos esperar 2 ou 3 dias e apoiar quem produz a série para nós?

Dito isso, vamos a review.

Arya

E Arya chegou a Winterfell. Confesso que a cena em que a garota para seu cavalo e admira a cidade de longe encheu meus olhos de lágrimas. Por outro lado, ainda que a piada com sua entrada em seu lar tenha sido engraçada, seu encontro com Sansa e Bran careceu de emoção. A principio fiquei decepcionado, porém entendi que os produtores talvez estejam reservando a catarse emocional para seu encontro com Jon, "irmão" a quem sempre teve maior afinidade e admiração. Ainda assim seu encontro com Sansa nas criptas foi bonito de se ver.

No mais, vale destacar a cena em que duela com Brienne. Como foi bacana vermos a jovem Stark em casa, fazendo o que sempre teve vontade e, principalmente, se mostrando párea para uma grande adversaria, sem nunca tirar o sorriso do rosto.


Bran

Parece que o excesso de conhecimento realmente fez Bran perder a empatia com aqueles que o amam. Foi triste ver ele conversando com Meera Reed com tanta frieza, até porque, sabemos todos os perrengues que a garota passou para mantê-lo vivo até chegarem em Winterfell. Foi uma longa e árdua jornada, e ficou claro que o ressentimento por parte dela. Da parte de Bran, ficou evidente que a tal adaga de aço valiriano ganhará muita importância daqui até o fim da série, do contrário não faria sentido "ressuscitarem" esse plot. Seu conversa com Mindinho deixou o manipulador preocupado, e somente os fãs mais atentos se deram conta que o caçula Stark cita uma frase do próprio Petyr Baelish ao se despedir, de um monólogo proferido por ele no episódio The Climb, lá na longínqua terceira temporada.

E digo mais, Bran entregando a adaga para Arya me pareceu algo premeditado, como se o garoto já tivesse vislumbrando o futuro da irmã e a estivesse preparando para algum embate que terá. Estou viajando muito? Aguardemos.

Jon

Em Pedra do Dragão, tivemos a belíssima cena em que Jon apresenta o vidro de dragão a Daenerys, vislumbrando antigas pedras marcadas que explicitam a vinda dos caminhantes brancos no passado. Foi uma cena rápida, mas muito representativa, que mostra que ambos estão conquistando o respeito um do outro, fora o despertar de um possível interesse romântico. Por mais que essa possibilidade irrite muitos fãs, a série deixa claro que algo está nascendo, especialmente nos comentários de Missandei e Davos. E nunca é demais lembrar que Daenerys é tia de Jon, algo que não seria um problema na casa Targaryen, uma vez que cansaram de casar entre primos, irmãos e afins, afim de manter a linhagem da casa. No mais, vale citar o breve encontro de Jon e Theon, mostrando que a vida do Greyjoy realmente não será fácil daqui pra frente, não que fosse antes.


Daenerys

Foi muito interessante ver Daenerys escutar Jon e ganhar aos poucos seu respeito, como falei antes. Mais que isso, foi muito bacana vê-la pedir a opinião do bastardo, no momento em que se viu desamparada por sua "equipe", pois a estratégia de Cersei acabara de dizimar seus planos. Até a lealdade de Tyrion foi posta a prova, uma vez que trata-se da família do meio-homem. Para nossa sorte Jon foi sensato em seu conselho, o que desencadeou numa das melhores cenas que Game of Thrones já apresentou ao público.

Jaime

Não tá fácil a vida para o Regicida. Tudo parecia tranquilo nas tropas Lannister à caminho de Porto Real. Jaime só se preocupava em pagar sua dívida com Bronn, que por sua vez, não se dá por satisfeito, cogitando até receber o castelo de Jardim de Cima como presente. Um personagem que é sempre bom ver de volta em tela. E que importância ele tomou ao fim desse episódio. Adoro como GoT consegue criar tensão da forma mais surpreendente possível. The Spoils of War caminhava para ser um bom episódio, mas se tornou um dos melhores da série em seus minutos finais. 

O barulho da cavaleria Dothraki só não foi mais impactando do que ver Drogon surgindo no horizonte, com sua mãe montada às costas. O impacto de ver esses dois mundos colidindo foi catártico, confesso. Especialmente da forma que foi orquestrado, filmado e etc. A produção da série já havia mostrado com Battle of Basterds que não estava mais para brincadeira no quesito "batalhas", e aqui vimos mais um ótimo exemplar, em campo aberto, com fogo para todo lado. Drogon dizimou sem esforço quase toda a frota Lannister, restando aos Dothraki apenas eliminar aqueles que ainda encontravam com vida em meio as cinzas. Exceto, claro Jaime e Bronn.

Mesmo com tudo parecendo terminado, foi assustador saber que a arma secreta de Cersei estava no local, e ver Bronn se dirigindo a ela aumentou a tensão que já era absurda, pois sabemos que trata-se de um guerreiro talentoso. O plano sequência, aliás, do personagem correndo em direção a besta foi sensacional, com direito a rasante de dragão no céu. Por sorte, Drogon foi atingido apenas na asa, provando que a arma pode sim ser eficaz. E projeto aqui que dificilmente veremos os 3 dragões viverem até o fim da série. Mesmo com tudo perdido, Jaime aproveitou a única oportunidade que teve para levar Daenerys consigo, mas deu de cara com o com a bocarra colossal do dragão, observado ao longe por Tyrion. Alguém o salvou, muito provavelmente Bronn.

As possibilidades trazidas por esse evento são imensas. O reencontro dos irmãos Lannister, Jaime novamente prisioneiro, Bronn sobrevivendo ou não às queimaduras, ao passo que no Norte, tudo leva a crer que teremos o reencontro de Jon com os irmãos em Winterfell. O jeito é preparar o coração, porque daqui pra frente não tem mais freio.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...