Mostra de Cinema | Som: A História Que Não Vemos


“Vocês ainda não ouviram nada!”

Foi a fala improvisada de Al Jolson em O Cantor de Jazz o pontapé inicial para a junção da imagem e do som no cinema mundial. Se antes os filmes já eram acompanhados por trilhas sonoras, somente em 1927 o áudio foi sincronizado a imagem. Contar essa trajetória é o objetivo da mostra Som: A História Que Não Vemos do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB). Desde 13 de setembro até 2 de outubro, o evento estará acontecendo no centro do Rio de Janeiro.

A seleção dos longa- metragens foi feita com o intuito de levantar a discussão sobre o papel fundamental do som ao longo da história do cinema. Foram escolhidos filmes icônicos como, por exemplo, Era Uma Vez no Oeste e 2001: Uma Odisseia no Espaço, nos quais os ruídos e as músicas são essenciais para a construção do tom da narrativa. 


A evolução dos sistemas de som e o surgimento do profissional chamado de sound designer também ganharam espaço na exibição da Mostra. A primeira obra cinematográfica a ser lançada com som estéreo, a animação Fantasia, da Disney, está na programação. Além disso, os clássicos Star Wars: Uma Nova Esperança e Apocalypse Now, responsáveis pelo desenvolvimento do profissional responsável por criar a concepção de som de uma obra do inicio ao fim do processo, também serão exibidos. 

Além das sessões de cinema, a mostra do CCBB contará com dois debates mediados pelo curador Bernardo Adeodato e com matinês durante os fins de semana. A inovação fica por conta das sessões especiais para pessoas com deficiência com tradução de libras e autodescrição. 

A mostra acontecerá também em São Paulo, no CCBB, entre os dias 4 e 23 de outubro

No Rio de Janeiro: CCBB – Rio (Rua Primeiro de Março, 66, Centro)
Quando: entre 13 de setembro e 2 de outubro
Quanto: R$ 10,00 (inteira) / R$ 5,00 (meia)

Para conferir a programação completa é só clicar AQUI.


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...