CRÍTICA | O Que Te Faz Mais Forte

Direção: David Gordon Green
Roteiro: John Pollono
Elenco: Jake Gyllenhaal, Tatiana Maslany, Miranda Richardson, entre outros
Origem: EUA
Ano: 2017

“Eu sou um herói por ter perdido as pernas?”

É o que Jeff Bauman (Jake Gyllenhaal) se pergunta durante todo o filme. O Que te Faz Mais Forte é baseado no livro "Stronger", escrito por Bauman e Bret Witter, a história narra os acontecimentos reais do ataque terrorista na maratona de Boston, em 15 de abril de 2013. Uma foto do jovem, momentos após a explosão, é uma das imagens mais conhecidas da tragédia que feriu mais de 260 pessoas.

Jeff é um homem comum, funcionário de um supermercado, que passa a ser considerado herói em sua cidade, e em seu país, ao se tornar um símbolo da esperança, após acontecimentos tão trágicos. Bauman, que estava no local para torcer pela sua ex-namorada Erin (Tatiana Maslany), esperando por ela na linha de chegada, perde as duas pernas em consequência da explosão. Após recuperar a consciência no hospital, Jeff ajuda os policiais a identificar um dos criminosos, mas seu próprio conflito começa a partir daí.

O longa retrata um período de meses de reabilitação física e emocional, sempre com o apoio de Erin, que se sente culpada por ele estar onde estava, tento ainda o peso de tentar retomar a normalidade de suas vidas, e de seus familiares. Aliás, a família de Jeff é aquela típica de classe média, grande, barulhenta, unida, mas conturbada, como qualquer outra. 

Crédito: Paris Filmes

O roteiro deixa claro a insatisfação de Jeff por ser considerado um herói e estar diante dos holofotes, tanto pela família como pela mídia, retratando a história não de forma desconsolada, mas com elementos de ironia, muito presentes nas falas do personagem, como quando se compara ao tenente Dan, de Forrest Gump, ou ainda quando pede para Erin não sentar em suas pernas. Inclusive, a cena em que recebe a notícia, não há uma revelação dramática para fazer o espectador se emocionar com ele. O objetivo aqui não é esse. A mensagem é passada de forma curta, dura e realista.

É claro que a tragédia muda a existência do rapaz de forma significativa, principalmente nos seus afazeres diários, mas isso não quer dizer que ele precisa abdicar dos prazeres da vida. O Que te Faz Mais Forte pretende inspirar coragem e a vontade para superar adversidades devastadoras como essa, e seguir em frente. No entanto, a obra não se priva de mostrar o desgaste físico e psicológico do personagem, bem como sua personalidade infantil, além da dependência da mãe, que fazem com que Jeff perca a vontade de viver, deixando até de ir na fisioterapia como deveria. Consequentemente Erin se afasta dele, porque é difícil ajudar quem não quer ajudar a si mesmo.

Jake Gyllenhaal (Nocaute), em mais uma atuação brilhante, passa por todos as dificuldades da recuperação: as quedas, o esforço para tarefas comuns e a dependência de outras pessoas. Fica imaginar que ele não será ao menos indicado para as principais premiações do ano. Já Tatiana Maslany (Orphan Black) tem a oportunidade de mostrar seu talento na grande dela, ela que é vencedora do Emmy.

Crédito: Paris Filmes

Uma das cenas mais bonitas do longa é quando Jeff encontra Carlos, o homem que o ajudou após a explosão. Seu salvador diz que quis ajudá-lo pois sentiu que estava ajudando a seu próprio filho, já falecido. E, por esse motivo, o agradeceu. Esse momento serve como um motivador para que o personagem passasse a dar valor a vida e ter esperança nela. E é exatamente essa a mensagem do filme: ter perseverança e querer viver, mesmo perante as adversidades. 

Excelente

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...