REVIEW | The Vault


The Vault é uma web série criada por Aaron Hann (Circle) e Mario Miscione (My Name is Maria de Jesus) com o apoio de Mark Cuban e AXS TV. Começou a ser postada no YouTube em 2011 e teve seu último episódio lançado em 2014.

Composto por 16 episódios, isso sem contar os vídeos bônus como o prólogo e o episódio 0, a web série se passa no futuro próximo (já passado para gente), em 2016, em que a TV passa por uma crise de audiência e até o maior canal do país está desesperado para que pessoas continuem assistindo a programação. Para isso, eles decidem encerrar todos os seus programas e substituir com o mais novo e revolucionário reality show de competição da história: The Vault.

A trama tem início logo que o reality show começa, dessa forma vemos e descobrimos junto com o nosso protagonista Henry (Shane Spalione) o que ele deve fazer. Acontece que cada participante está confinado em um pequeno quarto e em cada quarto há algum elemento. Eles precisam descobri o porque de estarem junto com aquele elemento para que assim possam descobrir o grande quebra-cabeças do programa e ganharem o prêmio final.

Foto: Canal VaultShow

A primeira vista é normal ficar um pouco receoso sobre a qualidade da web série ao pensar que ela possui uma ideia simples e que foi feita com pouquíssimos recursos. Boa parte da produção foi gravada dentro do apartamento de Miscione, por exemplo, mas mesmo assim é a entrega é de qualidade, algo que nem sempre vemos em produções profissionais. Afinal, não é apenas a quantidade de recursos que faz uma série ser boa. É preciso uma boa ideia e execução.

O que os criadores trazem ao público aquele sentimento estranho que temos quando estamos de frente com o desconhecido. A construção da história é interessante dessa forma, pois descobrimos tudo junto com os personagens. E isso só piora quando um momento chave acontece e, a partir dali, tudo parece mais perigoso, nos trazendo até uma certa claustrofobia de estar naquele pequeno ambiente sem saber como proceder.

Evidentemente também há pontos negativos. Os atores são estudantes universitários que aceitaram participar da produção em troca de portfólio. Dando uma generalizada, os que tem mais relevância são melhores do que os que aparecem vez ou outra. É bom levar isso em consideração antes de criticar a web série como um todo. Outro ponto que pode ser negativo, dependendo do seu gosto, é sobre o tempo da narrativa. Nada acontece de forma rápida, a sensação de claustrofobia é construída lentamente, bem como não há trilha sonora nos episódios.

Foto: Canal VaultShow

De um modo geral, The Vault é uma produção muito boa e que vale a pena ser conferida. Nem é preciso grande dedicação, já que os episódios são curtos, variando de 8 a 15 minutos, com exceção do episódio final, que possui meia hora. E falando por experiência própria, ao indicar para amigos, acho bem difícil você se arrepender.

The Vault pode ser conferida completa no YouTube, com legendas em português.


Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...