CRÍTICA | Imagine


Direção: John Lennon e Yoko Ono
Roteiro: John Lennon e Yoko Ono
Elenco: John Lennon, Yoko Ono, Fred Astaire, Dick Cavett, entre outros
Origem: EUA
Ano: 1972


Há quase 50 anos, o lendário John Lennon, líder dos Beatles, lançava o aclamado álbum "Imagine", executado até os dias de hoje com músicas muito atuais, principalmente a canção que dá nome ao single, um verdadeiro hino pacifista. E para a surpresa dos amantes da música e fãs do cantor, chega às telonas o documentário Imagine, recuperado de uma produção autobiográfica feita pelo músico e a esposa Yoko Ono, em 1972.

O documentário traz ao público momentos de gravação do álbum em 1971, que contou com a colaboração de Ono, produtora da obra e com participações em algumas músicas, dentre elas a própria "Imagine", "Jealous Guy", "It´s So Hard", "Give me Some Truth", "Oh, Yoko", entre outras. De quebra, a Eagle Rock Entertainment traz imagens totalmente remasterizadas e quinze minutos adicionais de conteúdos inéditos, como John e Yoko em vários cartões postais dos Estados Unidos.

Quem acompanha os 83 minutos de projeção se depara com cenas que mais se parecem com quadros em exposições de arte, pelas cores pálidas e beleza das paisagens, bem como a posição dos principais personagens em cada espaço retratado. Não há diálogos, e as músicas e imagens são realizadas em perfeita sincronia, um deleite para quem vê. Cada quadro possui um significado, ocorre uma espécie de diálogo visual com o espectador, que vai observar e decifrar o que cada frame quer dizer. Boa parte das mensagens transmitidas são de amor, companheirismo e paz, com frases como "A Guerra Acabou" e "Imagine o mundo inteiro vivendo em paz". Uma nova face de Lennon passava a ser conhecida, defensor de um mundo mais justo, sem guerras e com mais igualdade.

Foto: Eagle Rock

O cantor e compositor, em praticamente todas as cenas, esbanja carisma, simpatia e serenidade, cheio de palavras motivacionais e demostrando sua paixão pela música. A cada momento de descontração, seja sozinho ou com a esposa, um espírito leve e de muita vibração. Nas músicas contra os males que infestam o mundo, um semblante mais sério e transmitindo veracidade e imponência, convencendo e conquistando todos. Já Yoko Ono é uma espécie de válvula de escape para o parceiro. Está ali para deixá-lo ainda mais motivado, extraindo o melhor dele.

Imagine é um belo presente para aqueles apreciam lindas melodias, palavras de ordem e de amor, além daqueles que fazem questão de matar a saudade do cantor apontado como um dos melhores de todos os tempos. Vale cada centavo do ingresso para sair da sala de exibição com os olhos brilhando e com a sensação de ter transitado entre as nuvens.

Excelente

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...