The Walking Dead - S04E07 - Dead Weight

SPOILER ALERT!

"Torço para que The Walking Dead engate mais um ótimo episódio como esse, na próxima semana. Quero voltar a me empolgar com a série!"

Voltando a citar a minha frase de encerramento da review passada, minhas preces foram atendidas e The Walking Dead finalmente engatou 2 episódios muito bons em sequência, voltando a me fazer acreditar que a série tomará novos e empolgantes rumos daqui em diante. Ao menos é o que a promo ao término promete, e bastante. O que me deixa preocupado é que, para isso, todos os personagens que acompanhamos até aqui foram deixados de lado, tornando a jornada do Governador muito mais interessante que as demais.

O inicio de Dead Weight já havia me fisgado com aquela ótima sequência pré-créditos que intercalava imagens do diálogo do Governador com a garotinha, com imagens dos mesmos personagens sendo resgatados da "cova" por Martinez. Ficou claro, ao menos para mim, que "Brian" realmente tentava deixar seu passado obscuro para traz, mas, no decorrer do capítulo, foi se deparando com a sua natureza sádica e psicopata novamente. O trabalho de "reconstrução" do personagem tem me agradado bastante nesses dois episódios, me fazendo até questionar (e porque não, torcer) para que o Governador consiga sua vingança. E aqui volto a lembrar de algo que já havia dito em alguma das reviews da temporada passada, no contexto do seriado (esquecendo completamente as HQ's), a implicância de Michonne com o "caolho" não era completamente justificável, à ponto de suas atitudes (arrancar um olho do cara e matar sua "filha") serem severamente questionáveis.

Outro fator que me agradou nesse S04E07 foi novamente a boa introdução de novos personagens, que deram de 10 a 0 em qualquer novo sobrevivente que apareceu na prisão nessa 4ª temporada. Os soldados tiveram participação essencial, não só no desenvolvimento da trama, mas também por deixarem um arsenal de mão beijada para uso de nosso "amado" vilão. Com direito até a tanque de guerra. Gostei especialmente de Mitch (o Joe Toye, de Band of Brothers), que promete ser um braço direito digno de um duelo com Daryl. Até mesmo os figurantes tiveram participação mais efetiva que os figurantes da trupe de Rick.

No mais, vale destacar o prazer sádico do Governador por seu aquário. Teve que dar uma improvisada ali, com o walker ex-soldado na corrente, mas na prática dá na mesma. A morte/assassinato de Martinez também foi bastante aflitivo, e me deu um baita susto quando houve a tacada na caixola. Finalizando, a conclusão do episódio foi ótima, mas imaginem comigo. Fechem os olhos. O Governador aponta a arma pra Michonne e Hershell. Atira. E fim. Tela preta. Seria sensacional, mas fica pra próxima. Até semana que vem com o promissor mid-season finale.


O CINÉFILO SANTISTA não existe sem você, leitor! Curta o post, compartilhe o link da review, siga a nossa fanpage no Facebook, é só clicar AQUI!

Ajude o blog a manter-se ativo por muito tempo :)

Comentários

Postar um comentário

Gostou, não gostou, quer conversar sobre? Comenta aí!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...