The Walking Dead - S04E08 - Too Far Gone


SPOILER ALERT! x1000

Sim, amigos. Finalmente tivemos um episódio para nos prender no sofá nessa 4ª temporada de The Walking Dead. Pena que demoraram 8 semanas para isso, mas que bom que veio. Essa sequência de 3 bons capítulos reintroduzindo o Governador na trama e culminando nesse mid-season finale, me fizeram novamente me empolgar com a série. Resta saber os rumos que serão tomados daqui para frente, pois, aparentemente, todos os arcos narrativos se fecharam, ou quase todos.

Não houve tempo a perder e logo na sequência pré-créditos descobrimos que Hershell e Michonne se tornaram reféns, bem como tomamos conhecimento do plano do Governador. Podem me julgar, mas eu comprei o discurso do tapa-olho para com seus comandados. Suas motivações são justificáveis, como já frisei em reviews anteriores. Me surpreendi com sua frieza "pacífica" ao lidar com seus prisioneiros, mostrando-se tolerante e benevolente ao planejar que os moradores da prisão terão a escolha de deixar o local sem violência. Claro que a faxada não durou muito, quando Hershell apelou para a vida de suas filhas - "Se entende o que é ter uma filha, como pode ameaçar matar as filhas de outros?", "Porque não são minhas.".

Enquanto isso, na prisão, a decisão de Rick em abandonar Carol volta a ganhar importância, quando Daryl claramente fica desconfortável com a decisão do xerife, ainda que no fundo não o tenha contestado, de certa forma. Maggie, por sua vez, continua cuidando de Glenn, que parece estar se recuperando. Os personagens que estavam com a tal gripe, aliás, parecem estar todos sendo curados, o que comprova o fraco apelo dessa subtrama, que não rendeu grandes momentos para a série.

Papo vai, papo vem, e "boom". Uma bala de tanque de guerra atinge a torre de vigia da prisão, levando os sobreviventes a encararem o Governador, que já estava com seu mini exército em frente aos portões. E que cena bem construída. Todo o diálogo entre o vilão e Rick foi primoroso, de uma tensão crescente, com uma excelente trilha sonora.

Ainda que o xerife tenha tentado, nenhum argumento convenceu o caolho que, sem piedade alguma, tirou a vida de Hershell. Torcia para que o velhinho saísse vivo dali, mas foi em vão, e TWD perdeu um de seus melhores personagens. Ironicamente o Governador também perdia a sua nova "filha", atacada por um walker soterrado (ótima cena, diga-se de passagem).

Daí em diante foi um festival de cenas impactantes e significativas. O Governador sacrificando friamente a garotinha, o tanque derrubando as cercas, todo o tiroteio, o sumiço de Judith, o desespero das filhas de Hershell. Claro que não poderia deixar de destacar Daryl, o mito. A sequência em que ele se livra do tanque de guerra com a granada foi genial (digno de Legolas em O Senhor dos Anéis). Os produtores não se cansam de deixar o personagem cada vez mais foda. Sim, esse é o melhor adjetivo a ser empregado.


Para finalizar, a briga braçal entre Rick e Governador foi também muito boa. E se não fosse por Michonne, o xerife tinha ido dessa pra melhor. Quando ao "pirata", não esperava que ele morresse agora. Aliás, ele morreu, certo? A série fez questão de não mostrá-lo morto, o que deixa margem para dúvidas. Mas fica difícil imaginar que ele tenha resistido aquele ferimento no peito. O tiro é o de menos, pois não o vimos sendo acertado.

Enfim, adeus prisão. O que teremos pela frente? Só saberemos em fevereiro de 2014. Até lá!


O CINÉFILO SANTISTA não existe sem você, leitor! Curta o post, compartilhe o link da review, siga a nossa fanpage no Facebook, é só clicar AQUI!

Ajude o blog a manter-se ativo por muito tempo :)

Comentários

  1. Claro que vou comentar, foi mesmo o melhor episódio da temporada. Eu gosto de ação, mas tem que ter fundamento, sair só atirando não me convence, e nesse episódio não faltou emoção. De fato os dois episódios anteriores, focados no Governador foram excelentes, conseguiram elevar o nível da série, culminando para esse desfecho.
    Uma das coisas que gosto na série é que não tem enrolação, não precisava mostrar como a Michonne e o Hershel foram capturados, parecia óbvio.
    Eles foram logo partindo para a ação, o Rick estava incrível, o discurso dele parecia desesperado, como quem não tinha outra alternativa.
    Era óbvio que o Governador conseguiria entrar, e o próprio Rick deixou isso bem claro, mas deixou claro também que não deixaria de lutar.
    No fim das contas, ambos perderam a prisão, como o próprio Rick também alertou.
    Eu amei, e gosto que os roteiristas estejam sempre fechando a história, deixando poucos ganchos para trás, isso deixa a história mais dinâmica. Nesse caso, acho que sobraram dois ganchos, o reencontro do grupo e o que teria acontecido com a Judith (não acredito que ela tenha morrido).
    Só não entendi uma coisa, o que o Tyresse mostrou para o Rick e o Daryl? Não consegui visualizar, penso em assistir de novo para entender.
    Agora é só segurar a expectativa para fevereiro/2014 e procurar uma série tapa-buraco por enquanto.
    Abs,
    Fabiana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que o que o Tyreese mostrou para o Rick e o Daryl era um rato todo aberto. Ou ao menos era o que eu achei que parecia.

      No mais, concordo com tudo que você falou, Fabiana. Excelente episódio. Espero que a série continue nesse bom rumo.

      Excluir

Postar um comentário

Gostou, não gostou, quer conversar sobre? Comenta aí!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...