Game of Thrones 6x07 | The Broken Man


[spoilers]

Cá estamos nós para mais uma review de Game of Thrones. Essa vem sendo uma temporada bem acima da média, até para os altos padrões da série, uma pena que este The Broken Man não tenha mantido o ritmo impecável até aqui. Não me entendam mal, não foi um episódio ruim, mas definitivamente é irregular, revesando momentos de grande apelo com outros nem tanto assim. Vamos ao que interessa.


Theon
Começando bem longe de conflitos religiosos ou nortenhos, os "desertores" da casa Greyjoy seguem rumo a Meereen na esperança de firmar uma aliança com Daenerys (ideia que Yara roubou de seu tio sem pestanejar). Dessa cena, vale ressaltar a engraçada e ao mesmo tempo bela relação entre os irmãos Greyjoy. Enquanto todos aproveitam ao máximo dos atrativos do bordel, Theon mostrou-se deprimido novamente por sua condição (e não é para menos). Yara resolve "acordá-lo" de seu transe da forma mais carinhosa possível para alguém nascido nas Ilhas de Ferro. Uma bela cena.

Cersei
Em Porto Real, Cersei mantem a tentativa de aliança com os Tyrell, mas a Rainha dos Espinhos pouco parece se importar com os apelos da mãe do Rei. Olenna, rancorosa e ácida como de costume, não deixa passar o fato de que a Lannister comemorara o fato de Margaery e Loras terem sido presos pela Fé Militante. Não vejo destino para Cersei a não ser aguardar seu julgamento por combate. Margaery, por sua vez, mostrou extremamente inteligente ao discretamente deixar o bilhete com o desenho da rosa a sua avó. Se alguém duvidava que ela estava tramando para ver os Tyrell assumir o poder, agora não resta dúvidas. Resta saber como ela pretende fazer isso, mas a deixa foi dada pelo Pardal. Afinal, sem herdeiros, em caso de morte do Rei, quem assume é a Rainha, certo?


Sandor
Não tão longe dali, tivemos o não tão surpreendente retorno do Cão de Caça, numa cena pré-abertura bastante incomum para a série. Grande parte dos fãs já esperavam o retorno do personagem para o aguardado "Cleganebowl", nome dado pelos fãs para o possível embate entre os irmãos Clegane. E o embate deve acontecer da forma que esperávamos, com o Cão representando a Fé dos Sete e o Montanha representando Cersei. Pena que todas as cenas do personagem tenham sido bem pouco relevantes, dando-se ao luxo de desperdiçar um grande ator como Ian McShane sem ao menos explorá-lo devidamente.

Jaime
Um dos pontos altos do episódio foi a chegada de Jaime a fortaleza Tully e o primeiro embate com o Peixe Negro. Vê-lo reassumir o comando da casa Lannister trouxeram 3 ganhos a série: primeiro o retorno de Bronn (sempre excelente), segundo a ridicularização da casa Frey (só de lembrar que uma casa tão irrelevante fez o que fez com os Starks é de dar calafrios) e terceiro a pomposa armadura de comandante que não víamos há algum tempo, o figurino de GoT é sempre admirável. Seu diálogo com o Tully - que a todo momento o tratou como Regicida - mostrou que sua missão não será tão fácil como parecia. Adicione a equação o fator Brienne, que em breve chegará ao local, e teremos uma tremenda confusão, já dizia o anunciante da saudosa Sessão da Tarde.


Arya
Em Braavos, a trama de Arya, como sempre, mostra-se uma tremenda montanha russa. E digo isso no pior sentido da palavra. Desde o inicio da temporada vemos momentos em que a personagem vai deslanchar, para logo em seguida regredir novamente. Está mais que evidente que os produtores estão cozinhando ao máximo a trama da jovem Stark para que o desfecho aconteça somente ao fim da temporada. É uma pena realmente. Digo isso pois, alguém realmente acredita que garota morreu com aquelas punhaladas? Não sei que fim levará essa história, tudo me pareceu muito estranho, como se não estivéssemos vendo a reais fatos, sabe? Vamos aguardar, pra variar.

Jon
Após deixar a Muralha, Jon e sua comitiva atravessam o Norte em busca de alianças para o confronto com os Boltons, porém não sem antes ter que convencer novamente os selvagens a continuarem ao seu lado. Foi necessário que Tormund intervisse para que tudo ficasse bem. E esse foi o tom de sua jornada ao longo desse 6x07. Em Castelo Negro, Jon era o Lorde Comandante e tinha grande relevância como tal, no entanto, fora dele, ele não passa de um bastardo Snow. Com isso retornaram algumas inseguranças e dificultou-se as tratativas com as casas nortenhas, que não mostraram-se tão favoráveis a aliança. Ao menos a casa Mormont estará junto dos Starks, mesmo que com míseros 62 soldados, isso, claro, graças a Davos, que interviu por eles ao negociar com a SENSACIONAL Lyanna Mormont. Sério, o que foi aquela garota? Genial!

Com a baixa de uma das casas, porém, Sansa viu-se obrigada a recorrer a Mindinho e seu exército, algo que será de grande ajuda, mas certamente trará alguma contrapartida que não nos agradará, aposto. Falta muito pro próximo domingo? Até semana que vem!

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...