CRÍTICA | For the Love of Spock

Direção: Adam Nimoy
Elenco: Leonard Nimoy, Adam Nimoy, Zachary Quinto, Chris Pine, Simon Pegg, Karl Urban, Zoe Saldana, J.J. Abrams, Jim Parsons,
Mayim Bialik, William Shatner, George Takei, Nichelle Nichols, entre outros.
Origem: EUA
Ano: 2016


Poucos personagens da cultura pop são tão icônicos quanto Spock. Maior do que ele próprio, ou até do que a série que lhe deu origem, é sua saudação gestual, seguida da frase "vida longa e próspera". Você nem precisa ser fã de Star Trek para saber do que se trata e isso mostra um pouco da dimensão alcançada por Leonard Nimoy. For the Love of Spock marca o aniversário de 50 anos do personagem e, não só apresenta a origem do inesquecível cumprimento gestual, como também permite que conheçamos vários aspectos da vida e carreira de Nimoy.

Dirigido por Adam Nimoy (filho do ator), o documentário poderia soar comum, tal qual um conteúdo bônus que encontramos nos extras de algum bluray, no entanto, o diretor sabe o momento certo de cruzar a trajetória de sucesso de seu pai com a sua jornada familiar, exorcizando todos os problemas de relacionamento que ambos tiveram ao longo da vida. Isso não exime o filme de ter problemas de ritmo em determinados momentos (especialmente aqueles em que aprofunda histórias familiares de alguns parentes), ainda que a experiência como um todo não seja prejudicada.

Um ponto alto da narrativa são as entrevistas com o elenco da série clássica e o atual elenco da franquia Star Trek. Todos eles contam um pouco da visão que tinham de Nimoy, e a representatividade do amigo/companheiro de profissão em suas vidas. Algumas reações são particularmente tocantes, como quando William Shatner (Boston Legal) assume que sentiu inveja do companheiro por algum momento, ou ainda o relato de George Takei a respeito da importância que Nimoy dava para as minorias do elenco, chegando ao ponto de se negar a dublar a animação da série, caso alguns companheiros de elenco também não fossem contratados.

Outro destaque são as entrevistas do homenageado em diversos momentos da vida, algumas aparentemente bem raras. A forma com que o ator domina o palco ao ler as críticas que Star Trek recebeu em seu episódio de estreia exemplificam o talento que Nimoy tinha de cativar uma plateia ou um espectador.

For the Love of Spock é uma homenagem digna, merecida e necessária. Certamente funcionará para fãs e não fãs de Jornada nas Estrelas. Palavra de quem nunca assistiu a série ou os filmes clássicos, mas que é apaixonado pelos exemplares contemporâneos da franquia. Tive o prazer de assistir o documentário no auditório da CCXP 2016, ao lado de 3.500 pessoas, o que tornou tudo mais especial. E você também já pode assistir, pois o longa já faz parte do catálogo da Netflix.


Ótimo



Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...