Game of Thrones 7x03 | The Queen's Justice


SPOILERS!

E aí pessoal, já recuperaram o fôlego após esse novo episódio de Game of Thrones? The Queen's Justice trouxe uma série de acontecimentos marcantes, de novos encontros e reencontros à vinganças e mortes surpreendentes. O certo está fechando cada vez mais e o fim de uma das melhores séries que a TV já viu está chegando. Vamos aos acontecimentos?

Jon

Não há mais tempo a perder. O episódio inicia já com Jon Snow desembarcando em Pedra do Dragão e tendo seu reencontro com Tyrion, numa relação sempre de bom humor e respeito entre os dois. Gostei especialmente do momento em que o Rei do Norte vislumbra os dragões pela primeira vez, mal sabendo que ele próprio é meio Targaryen. Seu primeiro encontro com Daenerys foi tenso, como já era esperado, mas gostei como o Bastardo negou-se a se ajoelhar, buscando defender seus interesses como nortenho, visando os interesses de seu povo e de Westeros como um todo, uma vez que a ameaça do Rei da Noite é real e iminente.

Gostei mais ainda de ver Tyrion confiando em Jon e tentando ajudá-lo da maneira que pôde com seus conselhos. Sua influência foi essencial para que a Mãe dos Dragões concordasse em ceder o vidro de dragão para que as armas fossem construídas, algo que Jon certamente fará com rapidez.

Daenerys

Muitos têm criticado Daenerys pela sede que está demonstrando pelo poder, mas acho justificáveis os argumentos utilizados por nossa Khaleesi. Além disso, deu pra perceber claramente que, ainda que tenha se sentido ultrajada pela não obediência de Jon, o segundo encontro em que tiveram serviu para que certa admiração pelo bastardo do norte começasse a surgir. E convenhamos, os acontecimentos seguintes do episódio deixaram claro que a Targaryen precisará de novos aliados.


Sam

Enquanto isso, na Cidadela, Sam provou mais uma vez seu valor, dessa vez curando Jorah de seu escamagris. Confesso que não esperava algo tão "simples" como cura, mas ao mesmo tempo fiquei feliz por Sor Friendzone ter se recuperado. Aliás, foi muito bonito o momento que dão as mãos, mostrando que há ali um respeito mútuo e um sincero agradecimento de ambas as partes. Se eu tivesse que vislumbrar um final para GoT, certamente seria com Daenerys no trono, Jorah como comandante da Guarda Real e Sam como meistre. Mas talvez eu enxergue tudo mais positivamente do que a própria série permite.

Cersei

Em Porto Real, Cersei provou mais uma vez que, quando o assunto é vingança, ninguém é mais fria e criativa que ela. Após receber o presente prometido por Euron Greyjoy - Ellaria Sand e Tyene Sand - a Rainha montou uma tortura absolutamente cruel para a assassina de Myrcella: envelhecer assistindo sua filha envenenada morrer a apodrecer diante de seus olhos. E por mais que tenhamos ficado, de certa forma, "felizes" com a personagem explodindo o Cepto na temporada passada, é inegável o incomodo com tamanha crueldade que irá praticar ali. A cena de fato foi muito forte, e credito isso as interpretes do núcleo de Dorne. Ainda que a casa tenha sido muito mal escrita para a série, o trabalho das atrizes fez com que a cena atingisse o impacto esperado.

Vale citar o retorno do banqueiro de Braavos e imaginarmos a relevância que ele terá para a série nesse momento, certamente injetando dinheiro nos esforços de guerra de Cersei.


Jaime

O Regicida, por sua vez,  provou que Tyrion e Tywin não eram os únicos Lannister estrategistas e bolou um plano que enfraqueceu consideravelmente o pode de ataque de Daenerys. Enquanto os Imaculados esperavam encontrar grande parte do exército Lannister em Rochedo Casterly (que foi dominado), Jamie conduzia suas tropas com destino ao Jardim de Cima, com o intuito de dominar em definitivo a casa Tyrell. E pra quem ainda não entendeu: com essa jogada, a Mãe dos Dragões, que já havia perdido a aliança dos Greyjoy e dos Martell, acaba de perder também o apoio dos Tyrell.

E que cena maravilhosa a do embate entre Jamie e Olenna. Não havia forma melhor da Rainha dos Espinhos se despedir da série, bebendo o veneno com rapidez e sem hesitar, mas não sem antes revelar que fora a responsável pela morte de Joffrey e pedindo para que Jamie deixe isso claro para Cersei. Uma cena digna da grande personagem que foi a vovó Tyrell.

Sansa

Em Winterfell, foi muito interessante ver como Sansa conhece seu lar, tomando decisões importantes para que os nortenhos sobrevivam ao inverno que chegou. Vale ainda destacar o "conselho" dado por Mindinho a ela, pois, por mais que ele seja detestável, seu ensinamento não é de todo ruim, para a realidade em que vivem. E que momento bacana quando Bran chega ao lar da família Star novamente. A emoção da Sansa me trouxe lágrima aos olhos. Pena que o garoto a tenha assutado com os relatos e informações que demonstra saber, agora como Corvo de Três Olhos. Como essa relação se dará daqui pra frente? Não faço ideia. Só espero que Atya chegue logo em casa.

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...