CRÍTICA | Divórcio

Direção: Pedro Amorim
Roteiro: Paulo Cursino e Angélica Lopes
Elenco: Murilo Benício, Camila Morgado, Luciana Paes, Thelmo Fernandes, Carol Severian, entre outros
Origem: Brasil
Ano: 2017


Está preparado para uma comédia bem nonsense, abastecida com cenas histéricas e situações inusitadas, compostas por muitos tiros e explosões? É isso mesmo. Divórcio, novo filme de Pedro Amorim (Superpai) com roteiro de Paulo Cursino (Até Que a Sorte Nos Separe), traz todos esses elementos e uma história que irá divertir e cativar o espectador.

A narrativa acompanha Noeli (Camila Morgado) e Júlio (Murilo Benício), um casal humilde, que vive na cidade de Ribeirão Preto, no interior de São Paulo. Os dois enriquecem após montarem a fábrica Juno e constroem um império depois do sucesso do molho de tomate que leva o nome da empresa. Com o passar do tempo, mais precisamente 20 anos, e com muita acomodação e distanciamento em razão da rotina, o relacionamento dos dois começa a entrar em crise e um mal entendido na estrada é a gota d’água para que a relação tenha um ponto final e eles entrem com o pedido de divórcio. 

O longa então dá o pulo do gato, motivado pela disputa pelo patrimônio e muito dinheiro envolvido após as duas décadas de casório, entregando a audiência um show de ações cômicas e um autêntico clima de guerra, com direito inclusive a armas de fogo. Uma comédia nacional diferente das que estamos acostumados a assistir, com tons "hollywoodianos", mas sem esquecer o jeitinho brasileiro, que sempre encontra saídas para tudo, até as mais ousadas.

Crédito: Guilherme Maia

Os estereótipos dos personagens, típicos do interior, com um sotaque bem acentuado, são bem trabalhados, no entanto, em dados momentos, há certo exagero no que tange às reações dos protagonistas, principalmente de Murilo Benício (O Homem do Ano). A risada de Júlio é até alvo de gozação e ao mesmo tempo de queixa da esposa, que a classifica como um escapamento de carro em constantes afogamentos, mas se nota que não acontece de forma espontânea, ficando aquela sensação de "forçação de barra" para rir nas situações mais vexatórias, ainda que não comprometa o trabalho do ator como um todo.

Camila Morgado (Olga), por sua vez, passa por uma impressionante transformação. Aparentemente inofensiva, ela tem ataques histéricos quando se vê em pé de guerra com o ex-marido, e apela para métodos um tanto incomuns para fazê-lo desistir e dar a ela o valor dos bens que reclama na justiça. Em vez de fazer caras e bocas e apostar na imagem de mulher frágil pós-separação, foi uma grata surpresa ver a atriz encarnando uma personagem disposta a mostrar que manda na sua família e que não quer ficar dependente de ninguém, uma leoa disposta a proteger seus filhos, ou melhor, filhas. 

O roteiro nos traz uma história consistente, com intrigas e muitos momentos hilários do casal, além de todo o infortúnio que ambos passam para chegar a um acordo sobre a divisão de bens. De tudo é tentado, até a contratação dos melhores advogados, que possuem condutas um tanto díspares com a profissão, mas que enriquecem ainda mais o enredo e proporcionam muita diversão e descontração ao espectador. Há muitas reviravoltas até o desfecho.

Crédito: Guilherme Maia

As locações e os cenários, retratados sempre com festas compostas de gente rica e música sertaneja acentuada também são um ponto positivo da obra, bem como sua trilha sonora, que utiliza de muito rock nas cenas de ação. A canção "Evidências", que fez muito sucesso no gênero sertanejo nas vozes de Chitãozinho e Xororó, ganha uma nova versão, interpretada por Paula Fernandes. A música ilustra muito bem o caminho percorrido pelo casal até chegar ao atual patamar, de bem resolvidos financeiramente ao contraste no comportamento de Júlio e Noeli, o primeiro mais relaxado e deslumbrado, e a segunda responsável com as finanças, porém sem mover uma palha para ir trabalhar.

Divórcio mostra que é possível fazer comédias de qualidade em nosso páis. É engraçado, cativante, estimulante e divertido. Mais um belo exemplar do cinema brasileiro em 2017.

Excelente

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...