CRÍTICA | Bom Comportamento

Direção: Benny Safdie e Josh Safdie
Roteiro: Ronald Bronstein e Josh Safdie
Elenco: Robert Pattinson, Benny Safdie, Taliah Webster, Jennifer Jason Leigh, Barkhad Abdi, entre outros
Origem: EUA
Ano: 2017


Já vimos diversos filmes que envolvem criminosos, policiais, perseguições e muitos tiros, porém, Bom Comportamento (Good Time), novo longa dos irmãos Benny e Josh Safdie (Amor, Drogas e Nova York), sai do lugar comum ao trazer ao espectador uma história que reúne ingredientes capazes de causarem grande frenesi, além de oferecerem um ótimo plano visual. 

Na trama acompanhamos o drama de dois irmãos, Nick (Benny Safdie) e Connie (Robert Pattinson). Após um plano de assalto fracassar, Nick vai parar na prisão, e então vemos uma grande lição de companheirismo, união, resistência e toda a astúcia de ambos para se livrar da perseguição policial e conseguirem sobreviver na cidade grande. Uma verdadeira odisseia tortuosa.

O roteiro apresenta uma história bem estruturada, que evolui conforme os planos e mentiras arquitetadas por Connie, além de surpreender pela forma como os personagens secundários são encaixados, todos beirando à loucura e envolvidos nas tramoias de Connie. O ritmo é frenético, intenso, você acha que tudo pode dar errado a qualquer momento, mas aguarda com ansiedade pelo próximo passo de Connie para tentar tirar Nick da prisão. Vale destacar a montagem da obra, que permite acompanharmos tandos eventos sem perder o fio da meada.

Crédito: Paris Filmes

Robert Pattinson (Mapa Para as Estrelas) representa muito bem um personagem complexo, se desgarrando por completo do ícone que o consagrou na saga Crepúsculo. Além de Benny Safdie, que também dirige o filme, o elenco também traz Jennifer Jason Leigh (Os Oito Odiados) no papel de uma mulher um tanto desequilibrada e desconexa. Todos os atores transmitem a veracidade exigida pelos papéis, corroborando para que o espectador entre no clima de desespero, por assim dizer, que eles estão passando. 

O longa adota uma fotografia escura, mas com cores vibrantes, retratando certa melancolia em tela. O uso da câmera na mão foi outro recurso bem utilizado para enfatizar a correria e o desespero dos personagens, bem como a utilização da trilha sonora, repleta de música eletrônica, sempre muito pulsante, com os sons da cidade ao fundo.

Bom Comportamento é um longa de visual vibrante, com roteiro que prima pela ousadia e dinamismo, além de contar com um elenco afinado. Para quem procura fortes emoções, esse é o filme certo.

Ótimo

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...