Sense8 | Episódio Final


Os fãs de Sense8 levaram um baque em 2017 quando a Netflix anunciou o cancelamento da série criada por Lana Wachowski Lilly Wachowski (Matrix). Porém, graças a pressão feita por fãs em todo o mundo (muitos deles do Brasil), que exigiam que a história tivesse um final, já que vários personagens ficaram com arcos narrativos em aberto e sem resolução, a gigante do streaming acabou recuando, e anunciou que a produção teria um episódio final em 2018, em formato de longa-metragem, para concluir a história dos sensates.

A história do último episódio inicia com o cluster formado por Will (Brian J. Smith), Capheus (Toby Onwumere), Kala (Tina Desai), Lito (Miguel Angel Silvestre), Nomi (Jamie Clayton), Riley (Tuppence Middleton) e Sun (Doona Bae), que estão todos reunidos no mesmo lugar para unir esforços para salvar Wolfgang (Max Riemelt), que foi sequestrado pela OPB (Organização de Preservação Biológica). Como garantia de que a organização não o mate, o cluster sequestra Whispers (Terrence Mann) e o mantém escondido, enquanto ganham tempo para bolar seu plano de resgate.

A união de todos os personagens em um único local foi uma boa maneira que a produção encontrou de cortar gastos, já que todos os atores estariam juntos, evitando cenas gravadas em multiplos países e locações. Essa união de protagonistas, em um primeiro momento, acaba soando como uma grande confusão, no entanto, a dinâmica entre os atores combinadas com a montagem e a direção inteligentes de Lana Wachowski, fazem com que cada cena flua perfeitamente dentro da narrativa.

Foto: Segolene Lagny / Netflix

O especial reserva tempo não apenas ao resgate de Wolfgang, mas também em descobrir a verdadeira identidade e motivações da OPB, para eliminarem definitivamente o vilão que põem em risco não só ao cluster, mas todos os sensates do mundo. Além disso, a obra se preocupa em explorar seus personagens secundários, ou seja, todos tem o seu momento para brilhar, especialmente Rajan (Purab Kohli) e Amanita (Freema Agyeman). Ambos compartilham de um dos arcos mais bonitos dentro desse episódio final, pois os personagens exploram o medo e a aceitação da sua realidade ao se relacionar com um ser sensate. Para Amanita, é o medo de não estar vivendo sua história enquanto se arrisca em algo que é muito maior que ela, e que põem em risco a vida de Nomi também. Já para Rajan, é a aceitação de Wolfgang, não como um adversário, mas como parte da relação que ele já tem com Kala, de forma harmoniosa e respeitosa.

Esse desfecho ganhou o título de “Amor Vincit Omnia”, que se traduz para “O Amor Conquista Tudo”. Tal escolha mostra-se não apenas como um resumo apropriado para a série, mas também uma grande ode ao amor, a aceitação e a representatividade, temas que a produção prega desde o seu primeiro episódio, e que foi o elemento especial para que fãs se apaixonassem pela série. É visível o carinho com o qual esse episódio final foi criado, justamente para retribuir o afeto de tantos.

Em pouco mais de duas horas e trinta minutos o episódio entrega cenas bem elaboradas de ação, algumas risadas para aliviar a tensão, momentos dramáticos que definitivamente surpreenderão o espectador e vários cenas lindíssimas entre os personagens que tanto amamos.

Foto: Reiner Bajo / Netflix

Sense8 é uma série muito importante. E ainda que tenha sofrido com o inesperado cancelamento, o que claramente impediu que a produção explorasse sua narrativa com o tempo devido, esse especial fez um trabalho maravilho em concluir a jornada de forma digna, entregando todas as emoções que possíveis. Foi como um grande adeus, tão cheio de amor quanto a última cena, que procedida dos créditos fizeram as lágrimas rolarem.


Excelente

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...