CRÍTICA | Legítimo Rei

Direção: David Mackenzie
Roteiro: David Mackenzie, Bathsheba Doran e James MacInnes
Elenco: Chris Pine, Stephen Dillane, Rebecca Robin. entre outros
Origem: Reino Unido / EUA
Ano: 2018


Legítimo Rei (Outlaw King), estrelado por Chris Pine (Além da Escuridão: Star Trek) e dirigido por David Mackenzie (A Qualquer Custo), conta a história de Robert Bruce, um nobre em conflito com a coroa, que acaba se tornando um rei renegado e trava uma épica batalha em solo escocês. Produzida pela Netflix, a obra teve uma campanha de marketing eficiente, atraindo muitos olhares, algo que dificilmente aconteceria se fosse lançado em poucas salas de cinema pelo mundo.

Infelizmente, apesar da boa distribuição, o resultado não é tão bem sucedido. Ainda que a premissa interessante, o longa peca pelo excesso de clichês do gênero medieval. Além disso, Mackenzie estabelece uma linguagem diferenciada, de técnica apurada, com a utilização de planos-sequências, mas que vai perdendo fôlego a medida que o filme avança.

O roteiro, escrito a seis mãos por Bathsheba Doran (Boardwalk Empire), James MacInnes (The Rocket Post) e pelo próprio Mackenzie, pouco tem a entregar ao espectador, já que não proporciona grandes surpresas. Os personagens são unilaterais e desinteressantes, com a única exceção do protagonista, que se destaca mais pelo trabalho do talentoso e carismático Chris Pine, do que propriamente por seu desenvolvimento narrativo.


Sendo justo, as atuações em geral são o que o filme tem de melhor. Além de Pine, Aaron Taylor-Johnson (Vingadores: Era de Ultron) e Stephen Dillane (O Destino de uma Nação) também estão bem, fazendo mais do que o material escrito pode lhe entregar para o desenvolvimento de seus personagens.

No fim, Legítimo Rei é um longa-metragem que vale ser visto apenas para quem é fã do gênero e não se importa de ver mais do mesmo. Há cenas interessantes e batalhas bem coreografadas, mas a obra acaba não correspondendo as expectativas, especialmente pelos nomes envolvidos na produção. Uma obra genérica, que não traz nada de novo ao público.


Regular

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...