CRÍTICA | Atentado ao Hotel Taj Mahal


Direção: Anthony Maras
Roteiro: Anthony Maras e John Collee
Elenco: Dev Patel, Armie Hammer, Nazanin Boniadi, Jason Isaacs, entre outros
Origem: Índia / Austrália / EUA
Ano: 2018


Um filme com aparência de documentário, uma tragédia que se passa na capital financeira da Índia e que resultou em pouco mais de 200 mortos e 300 feridos. Atentado ao Hotel Taj Mahal (Hotel Mumbai), longa-metragem dirigido por Anthony Maras (Azadi), retrata a série de atentados terroristas ocorridos em Mumbai, em 26 de novembro de 2008, que teve como principal foco, como o próprio título sugere, o Taj Mahal.

Aqui acompanhamos a história de Arjun (Dev Patel), indiano que trabalha como garçom no famoso hotel. Ele toma uma atitude que irá mudar o curso dos acontecimentos e será determinante nas vidas de centenas de pessoas. No dia do atentado, ele se apresenta de sandálias no trabalho e seu chefe resolve mandá-lo para casa. Ele implora para ficar e destaca a importância de seu serviço, tendo em vista que tem esposa e filho para criar.

Sensível e com cenas fortes, a verossimilhança entre o que é ilustração e o que é real são impressionantes. Os planos fechados e a câmera na mão são usados como elementos narrativos, levando o espectador para dentro da história, retratando o desconforto e risco daqueles que lá estão. Sofremos e sentimos com os hospedes do Taj Mahal, que sabiam que um movimento em falso poderia custar a vida de alguns deles.

Foto: Imagem Filmes

Além do ótimo trabalho de Dev Patel (Lion: Uma Jornada Para Casa), o elenco conta com nomes conhecidos como Armie Hammer (Me Chame Pelo Seu Nome), Nazanin Boniadi (O Dançarino do Deserto), Tilda Cobham-Hervey (O Sonho de Greta), Anupam Kher (Sense8 ) e Jason Isaacs (Star Trek: Discovery). 

Fora as ações de Arjun, vemos também os dramas de alguns hóspedes e funcionários do hotel, que fazem de tudo para escaparem ilesos e encontrarem rotas de fuga, apesar das dificuldades e da força dos terroristas. O desespero do casal David (Hammer) e Zarah (Boniadi), cada um de um lado da instalação, na esperança de se reencontrarem e de saírem com o filho recém-nascido, também faz o publico se comover e torcer por um final feliz.

Outras temáticas também ganham lugar e importância no longa, como a questão da religiosidade e o papel da mídia na cobertura de grandes acontecimentos. O islamismo é elucidado com todo o cuidado e a aparência de Arjun, que usa turbante, é bem explorada, simbolizando coragem e força. Cada elemento bem amarrado, com uma montagem em ritmo alucinante, que faz o espectador se envolver sem perceber o tempo passar.

Atentado ao Hotel Taj Mahal é o tipo de obra que vai direto ao ponto e tem forte apelo. Quem o assiste assimila importantes sobre religião e solidariedade. Méritos que transitam por seu elenco e direção.

Foto: Imagem Filmes


Excelente

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...